Lidar com a inadimplência na autoescola é um desafio que nenhum gestor gostaria de enfrentar. Afinal, o atraso nos pagamentos dos alunos tem relação direta com a redução no fluxo de caixa, o que acaba forçando o empreendedor, em muitos casos, a buscar por empréstimos para manter o negócio.

O problema é que, quando essa alternativa se torna costumeira, as altas taxas dos empréstimos acabam comprometendo a saúde financeira da autoescola.

A melhor estratégia é investir em ações que estanquem ou, pelo menos, diminuam a inadimplência no seu CFC. Confira dicas para proteger seu negócio.

Inadimplência na autoescola: como evitar?

Tudo começa pela gestão financeira, o que inclui um bom controle de fluxo de caixa, de custos, de despesas gerais e com a frota, além de um bom planejamento de investimentos. Até aqui, nenhuma novidade.

Nas próximas linhas, vamos passar algumas dicas do que você pode fazer, de fato, para diminuir a inadimplência na autoescola. Confira:

1. Dê atenção ao cadastro de alunos e descubra mudanças de comportamento

Tem certeza de que você conhece bem o cliente da sua autoescola? Essa é a primeira pergunta que você deve se fazer. Isso porque muitos gestores esquecem que o cadastro de alunos é uma ferramenta que ajuda em muito na gestão financeira também.

Através dele, é possível acompanhar o perfil financeiro dos alunos junto ao CFC, identificando mudanças no comportamento que indiquem possíveis atrasos nos pagamentos das próximas mensalidades.

No sistema para autoescola iCFC você faz o cadastro de alunos de forma simples, mas com recursos tão inteligentes que essa análise de comportamento e prevenção contra inadimplência se torna muito mais fácil.  Clique aqui e peça uma demonstração.

Outra vantagem de um cadastro de alunos otimizado é a possibilidade de separar os perfis em segmentos. E, para cada segmento, criar ações de marketing personalizadas, fazendo com que o seu investimento seja eficiente.

Veja também: Como fidelizar os alunos da autoescola: os segredos revelados do cadastro otimizado

2. Faça a análise de crédito antes de fechar negócio

Essa consulta pode ser feita tanto nas empresas especializadas como Serasa Experian, SPC e Boa Vista SCPC, quanto diretamente na associação comercial da sua cidade.

A partir da análise de crédito, é possível avaliar as condições financeiras do cliente e utiliza as estratégias mais adequadas para fechar negócio, sempre de acordo com o perfil de cada um.

3. Tenha um sistema de controle financeiro eficiente

Para evitar que a inadimplência cresça e vire rotina, é preciso ter uma régua de cobrança eficiente. Mas isso só é possível se o seu CFC tiver um sistema de controle financeiro também eficiente, que disponibilize relatórios e alertas sempre que algo fora dos padrões desejados estiver acontecendo.

Citando um exemplo na prática: quando um aluno está inadimplente, o iCFC alerta a sua autoescola. Desta forma, quando um usuário do sistema for realizar o agendamento de aulas para um aluno que está inadimplente, ficará sabendo que aquele aluno possui pendências antes de prosseguir para a agenda.

Assim, poderá iniciar uma negociação ou passar esta tarefa para o colaborador responsável pelo financeiro. Confira os planos do iCFC.

Outra dica importante é manter os contratos, notas fiscais e recibos bem organizados, pois estes documentos são provas para que a empresa conte com o amparo legal nos casos em que for preciso recorrer à cobrança judicial.

Reduza até 90% do tempo gasto com a rotina de cadastros e integrações.

Ganhe inovação, inteligência e integração para seu CFC conquistar mais alunos.

 

4. Mantenha as vendas e o fluxo de caixa sob controle

Em muitos casos, a desorganização do fluxo de caixa, o descontrole das entradas e saídas de dinheiro fazem com que o cliente inadimplente seja esquecido ou fique “escondido” por um certo tempo, sem que ninguém perceba.

Essa situação leva a sérios problemas futuros para o seu CFC, com prejuízos financeiros que podem levar os gestores a se sentirem obrigados a tomar medidas drásticas para tentar salvar o negócio.

Já mostramos no artigo ”Como fazer o fechamento das vendas diárias na autoescola‘, o quanto manter esses dados sob controle é fundamental. Isso vale também para o fluxo de caixa, afinal a boa gestão financeira começa por esses pontos, garante eficiência e protege sua autoescola contra a inadimplência.

Concluindo

As dicas que deixamos aqui diminuem muito os riscos do seu CFC ter de enfrentar esse problema que afeta grande parte das empresas desse ramo. Minimizar os riscos da inadimplência deve fazer parte da sua estratégia de gerenciamento de riscos.

Esperamos que tenha gostado deste conteúdo. Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário! Aproveite para se inscrever abaixo, na newsletter gratuita, e receba os próximos artigos diretamente no seu e-mail.

 

Gostou desse artigo?

Inscreva-se gratuitamente e receba novos conteúdos em primeira mão no seu e-mail!

Deixe uma resposta