Então você é proprietário ou trabalha em um Centro de Formação de Condutores, já ajudou centenas de pessoas a conquistarem a tão sonhada 1ª habilitação e… conhece muito bem os medos e desafios dos alunos de autoescolas. Como você tem feito para conduzi-los da melhor forma nessa jornada? Tem sido fácil ou está mais para difícil?

A gente já passou por isso e sabe que tirar a 1ª CNH não é uma tarefa simples pra eles, nem pra você. É preciso compreensão e jogo de cintura pra ajudar cada aluno a vencer esses desafios e  nunca desistir pelo caminho.

Primeiramente sonho de tirar a primeira habilitação parece simples. Esse sonho vai tomando conta das ideias e, em seguida, vira um objetivo. Então a decisão de buscar os meios pra transformar esse objetivo em realidade aparece. Assim, começa uma saga do herói da história de hoje: o aluno.

Até esse aluno cruzar a porta de entrada da sua autoescola pela primeira vez, muita coisa aconteceu. Mas essa pessoa super decidida ainda vai enfrentar alguns chefes de fase nesse game da vida real, até conseguir pôr as mãos na sua primeira CNH.

Vamos falar sobre esses desafios dos alunos de autoescolas e como seu CFC pode se transformar num super parceiro? Vejamos a lista dos cinco medos e desafios mais famosos:

1º desafio: “show me the money

Sem spoilers nem nada, mas vai dizer que você não lembrou daquela cena do Tom Cruise no filme Jerry McGuire, gritando repetidamente “show me the money!” (mostre-me o dinheiro) numa ligação telefônica?

Para o aluno começar o curso na autoescola, precisa conseguir o dinheiro para cobrir o valor do curso. Da mesma forma que a autoescola precisa “mostrar o dinheiro” para o governo através do pagamento de várias taxas, além de arcar com os custos fixos e variáveis do próprio negócio.

Assim, o primeiro desafio de quem está completando 18 anos é justamente esse: conseguir o dinheiro. Se esse aluno ainda não estiver trabalhando, vai ter de contar com os pais ou algum parente próximo. Se já estiver trabalhando, o salário pode ser baixo ou ter outros compromissos que tornam o investimento pesado num primeiro momento.

Diante disso, a autoescola vai precisar encontrar maneiras de facilitar o pagamento do processo de habilitação e, assim, ajudar a resolver mais um dos desafios dos alunos de autoescolas.

Boletos e promissórias entram nesse jogo, mas não esqueça de manter o controle financeiro bem organizado pra evitar inadimplência caso o aluno esqueça do compromisso assumido em determinadas datas.

2º desafio: manter o foco na fase da teoria

Grande parte dos alunos da primeira habilitação está no ensino médio, se preparando para o vestibular ou até começando a faculdade. Ou seja, por si só é uma rotina de bastante estudo e muita coisa pra memorizar. Isso, quando não falamos de quem trabalha fora também.

Em resumo, o tempo é curto e o cansaço é grande. Daí a dificuldade de se manter atento quando o assunto são as aulas teóricas da primeira habilitação. Por isso, manter a atenção total nessa fase é mais um dos grandes desafios dos alunos de autoescolas.

A quantidade regras de trânsito para memorizar é bem grande, então se o instrutor se preocupar unicamente com passar a teoria toda no tempo programado, muitos alunos acabam perdendo o foco. Isso vai influenciar no índice de aprovação da prova teórica, quando a hora do teste chegar.

A solução aqui é descobrir maneiras de tornar as aulas teóricas menos monótonas. Isso pode ser pensado no Plano Estratégico Pedagógico do CFC e, também, investindo em treinamentos e atualizações para sua equipe de instrutores.

3º desafio: desvendar os mistérios da prova teórica

A prova teórica é um grande mistério pra quem está se preparando para tirar a primeira habilitação. Isso porque é difícil saber o que “vai cair” nessa prova, ou seja: o que é mais importante saber pra não ser reprovado.

Na mente do aluno, ele passou por semanas ‘eternas’ aprendendo sobre legislação, primeiros socorros, meio-ambiente e mecânica. Também assistiu uns vídeos bem ‘realistas’ sobre acidentes de trânsito.

O maior medo desse aluno é se deparar com questões sobre regras de trânsito que ele não lembra mais. Ou pior: logo a pergunta da aula de mecânica que ele cochilou porque estava cansado após um dia inteiro de trabalho…

Pra ajudar seus alunos a passarem na prova teórica, aposte na interação! Com uma comunicação mais próxima, sua autoescola se mostra preocupada com o sucesso do aluno. Então, não deixe de aproveitar o momento para enviar lembretes e dicas sobre a prova, com os temas mais importantes.

Tenha um cadastro de alunos bem organizado pra ajudar sua equipe nessa tarefa. Também deixamos algumas dicas de fidelização que você pode aplicar com um cadastro otimizado nesse artigo:  Como fidelizar os alunos da autoescola: os segredos revelados do cadastro otimizado

4º desafio: conciliar horários para fazer as aulas práticas

Passou na prova teórica? Agora vem uma nova fase: começar a dirigir! É só alegria nesse momento.

Mas, eis que um novo desafio aparece: conciliar a disponibilidade de horários do instrutor com a disponibilidade do aluno, que também tem seus compromissos diários.

Esse desafio adquire grandes proporções quando a autoescola ainda controla tudo no papel ou em planilhas do Excel. Com esse tipo de controle, o cuidado deve ser redobrado pra não ter erros no agendamento.

Vários alunos chegando para a mesma aula, no mesmo horário, com o mesmo instrutor seria um problema! Assim como ter instrutores com horas livres enquanto outros estão super atarefados. Otimizar a agenda dos instrutores é fundamental até pra evitar custos com horas-extras se elas não foram necessárias de fato.

Se sua autoescola tiver um aplicativo próprio para disponibilizar aos alunos, tudo fica mais fácil e organizado. Um aplicativo interligado ao sistema do seu CFC permite que o próprio aluno confira os horários agendados e receba avisos importantes quando necessário sem que sua equipe precise gastar tempo e dinheiro com ligações telefônicas.

Reduza até 90% do tempo gasto com a rotina de cadastros e integrações.

Ganhe inovação, inteligência e integração para seu CFC conquistar mais alunos.

 

5º desafio: manter a calma na prova prática

Talvez este seja o maior dos desafios dos alunos de autoescolas durante a jornada em busca da primeira habilitação. É a parte mais tensa da história.

Marcar o dia da prova prática nem sempre é tão fácil, já que o CFC precisa encaixar a data ideal no e-CNH. Se a autoescola possui um sistema integrado ao Detran, isso se torna mais simples e ninguém se perde no processo.

Quando chega o dia da prova, o aluno já está bem nervoso. Conversa vai, conversa vem, e sempre tem alguém que já tentou outras duas ou três vezes antes e foi reprovado. Ninguém quer ter de passar por essa etapa de novo, mas pode acontecer.

Por isso é muito válido que, no dia da prova prática, uma equipe de colaboradores da sua autoescola possa estar presentes no local, dando aquela força para os seus alunos. Esse apoio psicológico é muito bem visto nessa hora!

Outra tática que funciona é manter os alunos agrupados e tranquilos, evitando conversar sobre assuntos que os deixem mais tensos ainda, enquanto aguardam sua vez de fazer a prova prática.

Os desafios dos alunos de autoescolas  podem ser superados com o seu excelente trabalho

É verdade que existem várias formas de captar novos alunos que estão em busca da primeira habilitação. O que vai exigir mais da equipe do seu CFC é, de fato, mantê-los seguros e felizes com seus serviços e com seu apoio. Isso é fundamental para fidelizar clientes e atrair novas indicações.

E então, como você tem feito para ajudar a superar os desafios dos alunos de autoescola aí no seu CFC? Deixe um comentário!

Se este artigo foi útil pra você, considere se inscrever na newsletter gratuita e receba os proximos conteúdos diretamente no seu e-mail.

 

Gostou desse artigo?

Inscreva-se gratuitamente e receba novos conteúdos em primeira mão no seu e-mail!

Deixe uma resposta